terça-feira, 9 de novembro de 2010

Área e Perímetro

IV - EIXO DE FORMAÇÃO

De 13 a 20 de setembro de 2010, estivemos em Castanhal no IFPA para mais, um período de formação, cursamos agora com muito êxito o IV eixo que teve como tema: Economia Solidária.
A Economia Solidária torna-se importante neste processo formativo, pois ela é originária a lutas e bandeiras defendida pela classe trabalhadora organizada por meio dos seus movimentos sociais. Ela se apresenta como uma alternativa ao modelo econômico vigente, ou seja, ao modelo capitalista, que produz riquezas gerando desigualdade para a maioria da população, e destruição do meio ambiente.
(QUARTO CADERNO PEDAGÓGICO – Projovem Campo-Saberes da Terra-Economia Solidária – 2010, p,15).
Neste módulo discutimos e traçamos algumas propostas para uma economia solidária que realmente atenda as nossas necessidades de sustentabilidade preservação do meio ambiente para repassarmos aos nossos educandos no tempo-escola e torna-lo viável sua pratica em seus lotes como atividades do tempo-comunidade. 

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

VISITAS AOS PROJETOS


Nossa visita aos projetos orientados  e acompanhados pela equipe de professores do Saberes da Terra nas comunidades de São Francisco dos Gonzagas, Santo Antônio dos Monteiros, Genipauaçu e outras comunidades onde temos educandos foi concluída neste sábado, 30/10/2010.Tivemos a participação de todo o quadro de educadores do Projeto e cada um destes puderam tirar conclusões dos resultados obtidos nos lotes visitados individualmente, o resultado está sendo motivo de satisfação por parte dos educandos, estes dizem que somente a partir do ingresso no projeto alertaram-se para a importância  de trabalhar a terra se agredi-la preservando-a sempre e utilizando-a de maneira sustentável para que seus filhos para quem estes trabalham arduamente possam num futuro bem próximo usufruírem dos benefício ora plantado e preservado por estes dedicados estudantes. Eles dizem que suas vidas mudaram pra melhor, pois, até na alimentação, sentiram a diferença ao poderem tirar de suas hortas as hortaliças a cada refeição sem gastar dinheiro ou vir até a cidade para adquiri-los. Quanto ao aprendizado, percebemos que o efeito é muito melhor eles falam das disciplinas sem aquele medo da avaliação de qualquer uma delas. Eu falo pela matemática e ouvi um estudante dizer “a matemática é fundamental em um planejamento de qualquer projeto que nos traga benefício financeiro”  - [Monteiro].
Eu digo que todas as disciplinas da grade curricular tem sua importância e são repassadas com cuidado e zelo, elas não serão completas separadas, uma depende da outra para sua aplicabilidade.

domingo, 3 de outubro de 2010

Visita Internacional ao "Saberes da Terra"

Estamos em festa, recebemos uma vista muito especial a qual nos dá orgulho do trabalho que estamos desenvolvendo no Projeto Projovem Campo Saberes da Terra, a nossa prática docente está sendo observada e quem sabe copiada para ser aplicada em outro país, aqui ela está dando certo e tenho certeza que vai dar certo onde for aplicada. A metodologia que tem como parâmetro a alternância nos levou a relacionar teoria e prática de maneira real fazendo com isso que o estudante vivencie o que está aprendendo é como se ele estivesse em uma oficina aprendendo uma profissão, só que ao invés de aprender somente prática, esta, vem acompanhada da teoria do currículo do núcleo comum antes não entendido por eles por falta de contextualização e relação com a realidade da cada um.
As aulas sempre começam a partir de uma pergunta ou questionamento de um ou mais educandos de acordo com um tema gerador, eu como matemático, relaciono o tema aos conceitos da matemática, elaboro uma situação problema e a resolvemos com os estudantes dando assim um sentido real aos números da resposta do problema. Essa questão resolvida terá sua prática para provar o resultado numa aula do tempo comunidade, onde faremos acontecer o quê teorizamos no tempo escola. Os peruanos sabendo dessa prática e com o apoio de seu governo estiveram aqui para quem sabe aprender conosco. Essa visita também faz parte de acordo do Governo Federal do Brasil com o governo peruano através do Ministro da Educação Fernando Haddad, para auxiliar nossos visinhos no que for possível para melhorar sua educação  e suas vidas no campo. Vejam fotos.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Orientação de Projetos - II módulo

Neste, 05 de setembro de 2010, o Prof. Esp. Mizael Luz começou sua prática com as atividades do segundo módulo da formação dos educandos, Sistemas de Produção e Processos de Trabalho no Campo. Um projeto está sendo construído para ser executado na localidade de cada educando, os mesmo terão apoio da coordenação do curso em alguns materiais e os professores do programa participarão com o apoio didático e orientação deste projeto afim de que dentro deste módulo já possamos ter resultados práticos e reais de nossos esforços junto neste trabalho tão importante na zona rural do nosso município.
Vemos aqui estudantes sendo orientados na montagem do projeto e espera mostrar em breve a execução deste dentro dos lotes destes alunos, aguardem.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Saberes da Terra homenageia sua Pátria

Pela segunda vez os professores do Programa Pro Jovem Campo Saberes da Terra, foram à avenida desfilar em comemoração ao dia da Independência do Brasil, desta vez os alunos do referido projeto fizeram parte desta homenagem. Uniformizados ostentaram faixas e cartazes representado suas esperanças e suas ações dentro do mesmo e diante das autoridades mostrando que estão empenhados em continuar seus estudos sem com isso deixar de lado seus lotes, pois hoje são conscientes de sua importância no abastecimento do comércio local com produtos de boa qualidade e sem agrotóxicos.
Parabéns a todos os que participaram desta manifestação cívica.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

UMA VISITA ESPECIAL

Neste sábado, 28 de agosto de 2010, recebemos na Escola Agrícola Edgar de Souza Cordeiro estudantes e professores do projeto Projovem Campo Saberes da Terra da cidade de Mãe do Rio, juntamente com nossos educandos participaram das atividades normais do dia letivo, com apenas um diferencial, nossa aula de campo foi no Sitio do Sr. José Augusto, onde fomos muito bem recebidos, o mesmo falou da experiência que vive e de seu encantamento pela vida que leva na zona rural produzindo: hortaliça, galinha caipira, mel, melancia e mais uma diversidade de plantas na nossa floresta amazônica.
Zé pinto, como é chamado o senhor José Augusto disse que “seu sucesso em seu sítio deve-se a maneira dedicada como ele cuida de cada ser vivo que tem em seus domínios”, a persistência em fazer experiência está dando resultado e aconselhou nossos estudantes a não deixares seus lotes na zona rural para morar na cidade grande sem formação adequada para concorrer com candidatos bem preparados por terem formação adequada. A vida no sítio com dedicação é compensada com qualidade de vida. (Vejam fotos)

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Eixo III - Orientadores em ação

Nossa luta continua e mais uma vez no IFPA, para o Eixo III de nossa formação continuada, neste bloco de aprendizagem teremos que apresentar nossa proposta de um artigo para nossos orientadores e a partir daí começarmos a escrever nossa pesquisa. Pelas fotos devem perceber que em vários momentos estávamos reunidos sendo orientados ou aguardando, tivemos uma disciplina específica para a criação de artigo científico sujeito a defesa no final do curso.
Tive uma grata surpresa ao encontrar depois de vários anos uma professora do fundamental, o reencontro foi muito proveitoso, pois, ela faz parte do grupo de professores que lutam por uma educação justa e de qualidade para todos os brasileiros, principalmente os que vivem as margens da sociedade por não terem onde morar ou plantar para sua sobrevivência.

Atividade de Matemática - 1º Ens. Médio

View more documents from mizaelluz.

Atividade de Fisica - 1º E.M

View more documents from mizaelluz.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Formação Continuada Eixo II

Voltamos ao IFPA para continuarmos nossa formação, desta vez por um período de 90 horas onde tivemos aulas teoricas e pratica vivenciando a realidade proposta por nosso curso. A reprodução dos conhecimentos adquiridos em cada eixo do curso servem de parâmetro para nossas praticas junto a nossos alunos aqui na ponta do projeto. O professor Fernando Favacho, sempre atento as nossas necessidades, nos oferece novas metodologias a serem aplicadas em nossas aulas, orienta-nos de melhor maneira possível para que possamos ter êxito em nossas atividades. Com aulas sobre diversos tipos de culturas poderemos orientar melhor nossos educandos naquilo que cada um se propuser a cultivar.
Vejam fotos.

Formação I Eixo

Paralelo ao desenvolvimento do projeto em nosso município recebemos do IFPA uma formação para nos qualificarmos a pôr em prática toda essa nova dinâmica de lecionar para jovens e adultos dentro de um contexto voltado para a realidade de cada um sem deixar de lado os conteúdos do núcleo comum de ensino retirando da grade curricular os itens necessários para suas formações sem infligir a LDB, apenas utilizando uma nova metodologia embasado na Pedagogia da Alternância, onde temos uma quantidade de aulas chamadas de tempo escola e uma porcentegem chamada tempo comunidade, lá iremos pôr em prática tudo o que for possível daquilo que foi teirizado em sala de aula. Iremos conhecer nossos alunos dentro de suas práticas edequando nossos conteúdos aos contextos vividos em seus habitat, torcendo para que estes não deixem suas propriedades para morar na cidade sem nenhuma formação sujeitos aos problemas da zona urbana.
Em Castanhal, estudamos fazendo uma especilização em Educação no Campo.

Pré-acolhida do Projeto Saberes da Terra

Depois de tanto esperar , finalmente o dia da pré-acolhida chegou aí então estamos confiantes que daqui para frente só nos resta dar continuidade no projeto que tudo será melhor, pois nossos alunos também estavam ansiosos, alguns pela vontade de voltar a estudar outros por uma pequena contribuição de caráter financeiro do projeto, porém não buscamos apenas o efeito paliativo de resolver com uma mínima cota a vida desses alunos, o que temos a oferecer-lhes é de uma riqueza sem tamanho e de um valor incomensurável que é suas formações, oferecendo-lhes conhecimentos e trocando informações de qualidade para que estes possam tratar melhor suas propriedades rurais para tirar delas seu sustento e de suas familias. Não temos o proposito apenas de ensinar mas de trocar conhecimentos.
A foto mostra toda uma equipe afim de colocar a mão na massa e trabalhar.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Algumas fotos

Escola onde trabalho como professor de matemática no Projeto Projovem Campo Saberes da Terra.
O projeto atende uma demanda de jovens agricultores com idade de 19 a 29 anos que não tenham concluido o ensino fundamental. Trabalhamos em alternância entre tempo-escola e tempo comunidade, onde a teoria aprendida em sala de aula baseada nos saberes dos alunos e esquematizada pelos professores tem como finalidade a aplicação da prática no campo em seus respespectivos lotes ou terrenos. A troca de saberes entre professores e educandos nos faz lecionar de maneira contextualizada dentro da realidade em que vivem esses estudantes.