segunda-feira, 22 de julho de 2013

AÇAÍ - Brs Pará - PRODUÇÃO COM PROCEDÊNCIA.

Açaí Brs Pará pronto para o transplante, com 10 meses de vida, 5 folhas e mais ou menos 50 cm de altura. Para plantar faz-se uma cova de 40cm cúbico distante 5 metros entre si, forrá-la com terra preta de preferência misturada com esterco de gado curtido e palhagem nas seguintes proporções: 3 porções de terra 1 de esterco e 1 de palhagem. Feito a mistura corte o saco que envolve o torrão da muda e retire-o, coloque a mesma na cova preencha com o composto orgânico e em seguida regue-o para compactar melhor a terra no pé da muda recém plantada e distribuir o nutriente pelas raízes, continuar regando 2 vezes ao dia mantendo o solo úmido. Durante o primeiro ano adubar pelo menos duas vezes. Interessados procurem-me. (091-8404 2252 ou 9966 6068), e-mail: miimaatyluz@gmail.
com.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Estou de volta, as publicações passarão a aparecer, uma nova etapa profissional, novas turmas do Projovem Campo Saberes da Terra das quais divulgarei minhas pesquisas e experiências didáticas e pedagógicas na formação desses novos educandos. Aguardem.
Estou produzindo mudas de açai brs pará, em 90 dias estarão prontos para o plantio.
Vem novidades com plantas diversas.

sábado, 24 de setembro de 2011

EQUIPE EXAMINADORA DE DEFESA DO ARTIGO

Estes são os homens que fizeram com que um trabalho feito com esforço e dedicação rendesse mais um pequeno título para o currículo. Suas críticas foram muito importantes e as recebi como lições para continuar crescendo dentro do campo educacional e prestando serviços de grande importância para muitos brasileiros que carecem de cuidados e orientações para valorizarem suas ações dentro da agricultura deste país.
Nossos trabalhos diante destas pessoas são cuidadosamente planejados e carinhosamente repassado afim de extrair destes, informações suficientes para processarmos, traduzi-las e sistematiza-las devolvendo-as de maneira útil a suas vidas em seu dia a dia.
Uma equipe de educadores da IFPA – Castanhal eleva o nome da instituição praticando essa linha educativa com responsabilidade e respeito pelo educando. Esta foi a equipe que avaliou nossa artigo. Obrigado.

domingo, 5 de junho de 2011

Semana do Meio Ambiente 2011

A semana do Meio Ambiente para os Educandos e Educadores do Programa Projovem Campo Saberes da Terra-Bragança, foi muito dinâmica, a participação nas oficinas ministradas no IFPA para cada área de seus conhecimentos teve o máximo de participação, nossos estudantes ficaram surpresos com a presença de tantas autoridades em educação dos quais nunca tiveram a oportunidade de frequentar o mesmo ambiente. Mas o ponto marcante foi o ato de plantarem mudas de ipês e pau-brasil as margens da escadaria do Mirante de São Benedito. Alunos marcaram suas vidas plantando e registrando seus nomes na história de Bragança, pois daqui ha alguns anos poderão apontar na direção de uma árvore plantada por suas mãos para melhorar o ar que respiraremos mais tarde, seus filhos e netos. Ver vídeo. http://youtu.be/xbMcIqMtyiU

quarta-feira, 1 de junho de 2011

VÍDEO DA VISITA DE TUTORIA

Nesta visita além das fotos que usamos como registros, temos vídeo para confirmar nossa ação nesta  atividade, http://youtu.be/YabcxQAw4eU.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Professor tutor faz visita a educandos.


Uma parte do grupo de professores do Programa Projovem Campo Saberes da Terra – Bragança/Pa, esteve na localidade do Km 25 da Rodovia D. Elizeu, no dia 14 de abril de 2011,fazendo uma visita aos educandos do referido projeto. Na equipe estavam; o Professor de Matemática, o Técnico Agrícola Germano e o Agrônomo Ricarth Oliveira. A visita dá início a uma seqüência delas, que começou nesta data e terminando no final do curso, mensalmente quatro estudantes dessa comunidade receberão a visita do professor – tutor Mizael Luz.
O objetivo é além de observar, acompanhar o desenvolvimento das atividades programadas no tempo-escola e executadas em suas respectivas propriedades e durante essa prática fazer intervenções caso seja necessário. Hoje, por exemplo, foi preciso intervir em alguns casos como: pé de açaizeiro com folhas secas em pleno inverno, cercado de porco no leito do rio, casa de farinha aberta, mandioca amolecendo também no rio, enfim, mas também atitudes corretas como a coleta de plástico selecionada para recolhimento pelo caminhão da reciclagem. Toda orientação necessária foi discutida e o educando se propôs a seguir para melhorar sua plantação.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Criar peixe é fácil


Nesta propriedade, também visitada pelo Agrônomo Ricarth, pôde-se observar como uma pessoa com vontade e disposição para o trabalho conseguiu fazer um tanque para criação de peixes.
Ele abriu uma vala para canalizar a água da chuva para um tanque escavado por ele, a areia carregada pela água fica retida na porta de acesso do tanque evitando o aterramento do mesmo. Quando não chove ele abastece o tanque com água de um poço escavado, mas não deixa seus peixes morrerem. Sua produção está dando certo e com a orientação do Agrônomo só tem a melhorar.
O proprietário demonstra uma enorme satisfação por ter feito sua criação de peixe sem gastar rios de dinheiro com despesas.
Isto mostra que usando a criatividade, força de vontade e coragem para pôr em prática nossas idéias podemos usufruir de benefícios como este aqui mostrado.


Aluno que planta colhe.

Na Escola São Pedro, em Icoaraci, cidade próximo de Belém, alunos e professores tornam mais fácil, o convívio com a cultura de auto-sustentação ao usarem a área externa da escola para plantarem legumes e verduras. Os estudantes envolvidos nos projetos cercam seus canteiros com garrafas pets retirados das ruas, esse tipo de lixos nocivos à saúde pública passa a ter uma importante aplicabilidade nas hortas e também servem de abrigo para pés de cebola e outras hortaliças.
O professor e Agrônomo, Ricarth, participa diretamente do projeto com orientações e apoio aos jovens plantadores de verduras.
Através das fotos percebemos que além de tornar mais agradável à paisagem verde por ali existente, a limpeza e a manutenção da área, proporcionam um ar de ambiente arejado. As crianças têm contatos com as plantas e naturalmente, curtem a ideia de poder colher seu próprio alimento, plantado por suas próprias mãos.
Exemplo este que todas as escolas próximas da zona urbana de Belém deveriam copiar, pois em algumas delas existem terrenos livres para serem explorados, mas a merenda escolar é comprada no supermercado, as crianças lancham biscoitos com sucos sem sabor e muitas vezes com prazo da validade vencidos.
A aula de matemática sobre área e perímetro pode ser ministrada nesse quintal, pois as demarcações feitas com garrafas pet mostram figuras que podem e devem ser exploradas para mudar metodologias antigas de ensinar e aprender área e perímetro.

domingo, 20 de março de 2011

UMA AULA ESPECIAL

Depois de ficarmos entristecidos com a possível evasão em grande escala de educandos do Projeto Pro Jovem Campo Saberes da Terra Bragança, hoje finalmente mudou tudo, o coordenador do curso ProfMS. Ronaldo Ferreira fez um resgate dos alunos em fase de desistência e obteve êxito em trazê-los à sala de aula. Estes em função de dificuldades em locomover-se até a Escola Agrícola pensavam em abandoar o curso.
Hoje a sala esteve um pouco mais cheia e assim foi possível a realização de uma aula especial como as demais, porém, com muito entusiasmo a satisfação por termos mais estudantes comprometendo-se a não parar e sim concluir sua formação, mesmo com as dificuldades que enfrentam.
Também foram apresentados os novos membros da equipe de educadores do programa, estes terão que passar por uma rápida formação com os professores que já atuam no projeto em Bragança para depois começarem sua formação no IFPA-Castanhal. Lá estes educadores farão uma especialização em Educação do Campo para começarem suas atividades nas novas turmas do Programa que iniciarão ainda em 2011. Abaixo teremos suas fotos com suas respectivas formações.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Oficina de empaneiramento de farinha

No ultimo final de semana, especialmente domingo, treze de Março de  2011, aconteceu na Escola Agrícola a primeira oficina de empaneiramento de farinha do Projeto Projovem Campo Saberes da Terra, Bragança Pará.
Com objetivo de resgatar uma parte da cultura dos agricultores locais para não deixar da lado alguns hábitos de suas práticas agrícolas. Com a chagada do plástico como embalagem o tipo tradicional de acondicionar farinha d'água para a comercialização no atacado foi aos poucos desaparecendo, hoje tornou-se necessário o ensinamento aos mais novos agricultores e educandos do projeto. Com isso esperamos que a farinha embalada no paneiro forrado com a folha do guarimã e costurado de maneira artesanal com talas do citado vegetal possa resgatar um costume quase esquecido pelos caboclos e também dar maior valorização ao produto. O mentor da oficina foi o Professor e Agrônomo Ricarth e o instrutor foi nosso educando José Monteiro, com a participação de todos os professores do Projeto a aula-oficina foi um sucesso.
Abaixo das postagens, neste blog, vocês poderão ver todas as fotos em um slide. E em breve o filme com todos os detalhes de imagens e áudio, da oficina.